sábado, 30 de outubro de 2010

Persistindo na luta - Antes e Depois

Sabe, bons tempos aqueles em que podia comer de tudo na quantidade que desse vontade! Mas preciso me adaptar a minha nova realidade, que aos poucos vou detalhando para vocês.
Na infância não tinha problemas com peso, era saudável e magra.
Na adolescência o ponteiro da balança deu umas osciladas malucas: muito fast food, alterações hormonais e dietas malucas. Não era gorda, nem magra, mas "gostosinha", e isso me incomodava pois queria ser magrinha. Cheguei a perder 12 kilos em 2 meses, com dieta muito restritiva e a mesnstruação até parou, mas logo me recompus e assumi meu corpo com formas.
Já na fase adulta, na véspera do casório, emagrecia sem nenhum esforço, sendo necessário apertar o vestido em toda prova. Passaram-se os anos e mantive meu peso, tendo períodos em que emagrecia e ficava até tendo vontade de ter mais uns 2 kilinhos (gente, quase não acredito nisso! Imagina querer engordar uns quilinhos?).
Brincavam comigo no trabalho que eu era uma "frieira" que de tanto mastigar nem engordava. E eu comia muito mesmo! Meu metabolismo era rápido demais!
Já na gestação do Isaac, que hoje tem 3 anos, ia tudo bem até eu precisar ficar de repouso, por complicações e risco de parto prematuro. Engordei 23 kilos! Com a correria pra cuidar do meu filho, as mudanças de rotina e a volta ao trabalho e o auxílio de Subtramina, receitado pela ginecologista 4 meses depois do parto, quando meu bebê tinha 6 meses eu já vestia as mesmas roupas de antes da gravidez. Uma maravilha!
Quando Isaac completou 6 meses, de "caso pensado", engravidei do meu caçula, o Samuel, que hoje tem 2 aninhos. Essa gravidez foi mais complicada: fiquei mais tempo em repouso, engordei ainda mais, fiquei meio depressiva (imagine o que é você trabalhar e estudar, ser independente e de repente ser proibida de varrer casa, trabalhar, estudar, demorar no banho, caminhar, tudo!
Pois tinha de ficar de repouso. Pior, ver seu filho querendo colo e não poder pegar à vontade - claro que eu pegava, mas depois sentia muitas dores, cheguei a ficar internada com sangramentos). Não via a hora do meu babie nascer! Precisava retomar minha vida em sua rotina "original". Foram mais 31 kilos na balança! Fiquei com 88! Parece que quanto mais gorda via que estava, mais gorda eu ficava...
O Samuel nasceu, o Isaac e ele me dão muitas alegrias!!! Lindos e fofos - depois que retirei os pontos da cesarea comecei a labuta pra tentar emagrecer. Mas não dava resultados, pois comia em horários errados e da forma errada.
Quem é mãe sabe do que vou falar: a gente acorda pra cuidar do bebê, alimenta, troca, poe pra arrotar, pra dormir e quando assusta já é hora de almoçar e a gente nem tomou café da manhã...
Então ficava meio depre com minhas volumosas formas, nada ficava bem, não tinha roupa pra sair e era aquele sufoco.
Teve um dia que uma pessoa que eu não via há um tempinho me encontrou no supermercado e perguntou pra quando era o meu bebê - choquei! Como assim? Ele tá com 2 meses! Como se não bastasse nossas próprias cobrabças vem gente que mal nos conhece dando pitaco! Revolta! Mas necessário pra dar uma ginada diferente, né?
Aí a ficha caiu de verdade que precisava fazer alguma coisa!
Mas não foi tão rápido assim que fiz algo, ou que comecei a ver resultados...
Amarguei muito tempo com o corpo como a foto aqui debaixo (até 4 meses atrás estava assim... )E agora falta pouco pra alcançar meu objetivo! Essa nova mulher da foto lá de cima ainda vai melhorar... rrrrsss

9 comentários:

Romeyka Aguiar disse...

flor
vc esta lindaaa e com certeza

ficará ainda mais ! Eu tbm amarguei

muito tempo gorda, detestava quando

tinha que comprar roupas e hoje

adorooooo , ainda faltam 7 kg

para minha meta final, mas estou

feliz !

Cris disse...

Linda historia de uma pessoa determinada!!! Merece todo sucesso, já está linda e certamente vai ficar ainda mais.
Um ótimo final semana Fran
Bjos carinhosos

Lucy Britto disse...

Oi Viviane
li sua história e vejo que foi de muita luta para poder conseguir suas duas alegrias de hj seus filhotes é não é nada fácil se ver engordando muito e depois nada de conseguir perder peso
mas vcjá está bem vitoriosa com todas as suas conquistas e logo logo já vai atingir sua meta
obrigada por ter dividido conosco mais essa história de vitórias
um belo fds a vc ....

★$ Naиđ♂ N£яi $★ disse...

Vim conhecer o seu blog. Ainda não tive tempo de ler todos os posts. Mas vc é loira ou morena?
Beijo no coração.
http://nandoneri.blogspot.com

Karina disse...

Nossa, que post lindo!
Adorei saber um pouquinho mais sobre vc!!!

E parabéns pela foto! está lidna demias!!!

Bjinhus

Mari Santos disse...

Ola, já dá pra ver diferença nas fotos. Força na RA. Ótimo feriado. BJks!!!!

Venenosa disse...

Flor, nós sabemos que magreza não é sinonimo de beleza. Vc é e sempre vai ser uma mulher linda. Mas é muito importante a gente estar bem com si mesma, olhar no espelho e se sentir feliz. Parabéns pela sua força de vontade e pelos resultados alcançados. Beijos

Pollyanne Marroques disse...

Vi!
Parabéns pela sua força de vontade!
Uma mulher guerreira e vencedora!!! =)
Beijus!

hpchaves disse...

Oi Viviane,

Eu me vi personagem desta sua história, pois passo pelo mesmo problema... Minha filha está com 1 ano e 6 meses e eu não consigo emagrecer, gostaria de saber como e o que vc fez para conseguir chegar neste resultado.
Já tentei fazer uma dieta com o médico, mas fiquei com medo do meu colesterol subir mto, já que se tratava de uma dieta a base de proteína. Afinal a gente tem que pensar nos filhos tb, nada adianta ficar doente... Quem cuida dos meus anjinhos?
Bom, estou me estendendo mto... Fico feliz pela sua força de vontade e seu sucesso...PARABÉNS!

hpchaves@yahoo.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...